Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRIO

Faz frio.
É uma manhã nublada.
O dia começou feio.
Sinto tua falta.
Faz frio.
Calor algum é capaz de amenizar
a vontade que tenho
de te beijar.
É um frio insuportável
que agasalho nenhum
consegue combater.
E eu fico assim, tremendo, congelando...
Que frio é esse,
que congela as chamas,
e até mesmo o Sol?
Que frio é esse,
insensato, chato
Que não é feito de correntes polares?
Na verdade é feito da falta de ar
que agora tenta me sufocar!
Mas a ti, meu Anjo,
o frio respeita. Te teme.
És a única capaz de enganá-lo,
pois ele naum tem coragem de te atacar.
Então matém distância
te temendo mais que ao fogo,
pois só as chamas do teu amor
podem acabar com ele.
Ainda assim, sinto frio.
Você está longe.
Seus lábios ardentes
não podem me tranmitir o teu calor.
Mas, num dia vindouro,
ainda absorverei teu calor.
Através de teu beijo
me livrarei deste eterno inverno!
Por enquanto
ainda sinto frio...
Gabriel Gabe Jurke
Enviado por Gabriel Gabe Jurke em 17/04/2006
Código do texto: T140785
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gabriel Gabe Jurke
Curitiba - Paraná - Brasil, 30 anos
77 textos (4618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:46)
Gabriel Gabe Jurke