Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entardecer

Aconchego-me em em teus braços,
leve ...pela tua sintonia
que ainda encontra-se em meu corpo,
tarde mágica em que me mostraste as portas do paraíso
que é o teu amor.
Estou parecendo uma flor que desabrochou.
 
Ah...meu amor...
Que bom te ter,
ser feliz na maciez de teus braços,
sentir teus beijos afagando meu rosto,
ter o gosto de tua boca de encontro a minha.
 
Queria que o tempo parasse,
que os minutos não se movimentassem,
que essa tarde fosse eterna,
ou quem sabe o principio da nossa felicidade,
amar e nunca mais parar.
 
Entardecer...
Continuamos juntinhos,
abraçadinhos,
querendo nunca mais nos soltar,
se nossas almas são únicas,
colemos nossos corpos,
não há objetivos de vivermos separados.
 
Entardecer...
O recomeço de nosso amor,
um pouco mais suave, mais tranqüilo,
agora livre da necessidade de nossos corpos,
somos amantes da tranqüilidade
em harmonia com o astro rei.
 
Sandra Wajman Grüner
Sandra Wajman Gruner
Enviado por Sandra Wajman Gruner em 18/04/2006
Reeditado em 18/04/2006
Código do texto: T140861
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Wajman Gruner
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
116 textos (7133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:51)