Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enigma do infinito


Ama-me sob o sol do meio dia, deixe o calor adentrar no peito, feito último poema a ser escrito,
Recheado de paixão, na luz da emoção que nos invade, explosões de sentimentos, no enigma do infinito a desvendar.
Sou pássaro livre a cantarolar o amor entre minhas entranhas, façanhas enfrento sem medo, nas águas dos desejos mergulho, profundo afagar na alma.
Chegaste mansamente, passos lentos vindo entre as brumas, emaranhado entre as teias,
Flutua, feito plumas ao vento...
Tateando no espaço, tua face molda-se  no quadro das estrelas do infinito, calo-me diante de tua beleza, cavalgando em teu corpo, encontro o porto de carícias para saciar minha sede de amor.
Sou flor a desabrochar, rega-me com teu amor, acarinha-me a alma, poeta sonhador...
Sob os pingos de chuva, molhando corpos, avivando o poço dos desejos, desliza a tinta, descrevendo as veredas do coração entre a realidade e ficção.
Atravessa a barreira, percorre as curvas de meu ser...
Desvenda o enigma que esconde o olhar.


Escrito
19.04.2006


Por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 19/04/2006
Código do texto: T141821

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116456 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:17)
Águida Hettwer

Site do Escritor