Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ninguém vrnceu ninguém

Ninguém venceu a ninguém.

Ao te encontrar...
Só, no meio da noite.
Foi uma surpresa, e tanto.
Mas a surpresa maior foi ouvir
Você dizer que casualmente
Andava, procurando por mim.
Tentei sufocar dentro do peito
A emoção, que eu estava sentindo.
Para que você não percebesse.
Tentei disfarçar, a minha timidez.
Agora estamos aqui os dois.
Enfim...
Você venceu, mas na realidade.
Ninguém venceu a ninguém.
Pois, quem ganhou na verdade.
Foram, os nossos sentimentos.
Que deram, ao amor a liberdade.
De nos buscarmos pelo mundo.
Num encontro onde a casualidade.
Nos conduziu de mãos dadas.
Rumo aos caminhos da felicidade.

Volnei R. Braga

Pelotas: 19/04/2006






Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 20/04/2006
Código do texto: T141961
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:23)
Volnei Rijo Braga