Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Milagre do perdão

Lembráste de sorrir
mas não esqueceste de partir
e contigo foi a imaginação
que já não se faz sentir.
Esqueci-me das palavras
com que se escreve a poesia.
As minhas mãos são escravas
de uma perigosa agonia.
Não se desatam as angustias
da minha peturbada emoção
e são ilustres, majestosas
as correntes que esmagam o meu coração.
Onde se quebram as forças
e se encontra a razão?
Na luz dos horizontes,
no milagre do perdão.

Lídia de Sousa  24-09-05
yin
Enviado por yin em 20/04/2006
Código do texto: T142231
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
yin
Portugal, 38 anos
11 textos (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:37)
yin