Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROCURANDO AS PALAVRAS

De repente tudo é silêncio
sem luar.
Tudo é solidão !
Para preencher o vasio do meu
corpo magoado, inventei um espaço.
Perto e longe, que está no lugar
da tua ausência.
O eco do teu nome chega
na minha direcção.
Abraço as estrelas e sonho,
o sonho que era nosso.
As palavras do teu nome percorrem
o meu corpo que conheces.
E,
as minhas mãos procuram-te
num caminho com sabor a paz.
As minhas lágrimas caem redondas
uma a uma no chão que pizaste...


Amália Lopes
amaliapoemass
Enviado por amaliapoemass em 21/04/2006
Código do texto: T142857

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
amaliapoemass
Portugal
91 textos (4004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:35)
amaliapoemass