Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas veredas do amor

Chuva fina desliza entre as vidraças, respingos de saudade no ar, mesclado de nostalgia, pura magia navegando em resquícios de lembranças, retratos emoldurados, bilhete selado, baú de recordações, sentimentos afloram, nas veredas do amor.
Fendas profundas nos separam caminhos traçados pelo destino incerto, longas distâncias, infinito mar das ilusões ao longe...
Aflora em botões de rosas a desabrochar, na quietude de uma noite escura, seiva quente escorre deliberadamente de minhas entranhas, fragrância doce espargir pelo ar.
Águas cristalinas brotam das pedras, feito coração que ama, derrama sobre o solo, gotículas de paixão, avivando o brilho no olhar, mente aberta, livre para voar, nas veredas do amor, pouso tranqüilo no aconchego do entrelaçar dos corpos, no afagar suave das mãos, no encontro de lábios a vagar, percorrendo a sintonia do vento, cobrindo de carinhos.



 
 Escrito
21.04.2006


Por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 21/04/2006
Código do texto: T142865

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116520 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:13)
Águida Hettwer

Site do Escritor