Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe

A aurora desponta multicolorida em traços de felicidade,  divagando em teias, sem a noção do tempo e do espaço, num breve soneto de amor.
Em ondas que se quebram entre as pedras, gaivotas a voar na imensidão...
Aos acordes doces de uma sinfonia, na suavidade de cada verso sem rima.
Levando a primavera perfumada a porta do coração, momentos sublimes, minha alma veste-se de flores, exalando o amor em cada poro.
O infinito que não se consegue ver, oculta a dor que a alma sente como brisa invadindo pelas frestas da janela, adentrando em forma de carinho.
Quem sabe um dia, decifrar o enigma do amor, galgar nas curvas do universo, regendo uma orquestra harmônica e vozes, extraídas do fundo da alma, canção dos amantes.
 
   

Escrito
22.04.2006


Por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 22/04/2006
Código do texto: T143609

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116371 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:55)
Águida Hettwer

Site do Escritor