Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFINITO = TÂNIA AILENE

INFINITO

TÂNIA AILENE

 

Na dança sofrida e calada

sigo a solidão, sozinha, amargurada

passo a madrugada à sua espera.

Faço o que preciso for

vou ao topo do mundo

para acabar com essa desilusão.

Quanto tenho que pagar?

Pulo muros, escalo montanhas,

Atravesso oceanos.

Juro!

Entrego-te meu coração

E tudo mais que há em mim.

Toda riqueza que trago para você

um infinito de prazer...

Espero  o chamado com gestos

aprendi a saber o que quero.

Tua luz aparece no meu caminho

Não erre...

Sem fórmula só quero te encontrar!

Posições, ensaio a conquista, charme

detalhes de amor, para ti guardado.

Divido ciclo da vida

com percepção do amanhã.

Amo ser tua, estremecer de prazer

arrepios com beijos lambuzados.

Amor venha ver o que te espera...

 

23/03/2006

TÂNIA AILENE
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 23/04/2006
Código do texto: T143672
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:59)
Tânia Ailene Nua Poesia