Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CACHOPA

Um dia deu-se a inevitável cizânia:
Meu Espírito prá outra Terra partiu.
Deixou prá trás a gentil Luzitânia,
No rumo d'um Paraíso que anteviu.

Formosa, porém, era a Cachopa
Que prá mim cantava meu Fado.
Lá, no navio, postava-me à popa,
Para ouví-La cantar, maravilhado!

Assim, prá outras bandas me fui,
Prá refazer todos meus quereres.
Mas essa Música ainda hoje influi
Em quase todos os meus afazeres.

Para saudar meu sangue pampeano,
Recordo, agora, esse cantar lusitano.

Moacir et Selena 2006
brilhe a vossa LUZ!

ele já partiu

(Jeremias 4:7)
Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 23/04/2006
Código do texto: T144089

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71188 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 15:02)
Moacir et Selena

Site do Escritor