Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher

Gostaria de escrever uma poesia que se eternizasse, poesia que explicasse o nascimento do universo e a física quântica dos nossos dias.
Poesia que pudesse cantar o azul do mar ou simplesmente as pegadas de um ser humano em uma estrada de barro.
Poesia que pudesse cantar o amor puro ou simplesmente a dor de uma perda.
Poesia que pudesse cantar o sorriso de uma mulher quando goza ou simplesmente o olhar dessa mesma mulher quando ama.
Poesia que fosse eterna, como os sentimentos eternos.
Mas se minha poesia pudesse explicar coisas mais simples mas ao mesmo tempo tão complexas...
Por que sem ti não viveria?
Por que meu coração bateu mais forte desde o meu nascimento ao ver a primeira mulher de minha vida, minha mãe, até hoje adulto ao ver a mulher da minha vida, meu amor?
Por que mesmo querendo ficar sozinho às vezes ainda levo comigo a sua presença?
Por que mesmo pensando que não mais preciso de você, passo os momentos esperando o telefone tocar, sonhando ouvir sua voz?
Por que as cidades que eu conheci em toda minha vida possuem os perfumes das mulheres que nelas amei?
Por que guardo em minha lembrança as manhãs de sol e as árvores de minha infância com um sorriso de mulher?
Por que a sensação de ser pai, mesmo sem nunca ter medido a barriga crescendo a cada noite e sem pesar a cada dia meu mundo inteiro em um corpo de mulher?
Por que mesmo sentindo desgovernado, passo as noites frias acalentado por sonhos sustentados nos dois braços de mulher?
Por que sinto a pulsação mais forte e o sangue percorrendo meu corpo como o rio da vida banhando minha alma?
Por que sinto seu perfume na sua ausência?
Por que sinto sua ausência na sala onde minha presença passa em vão as noites de solidão?
Por que sinto ciúmes de sua beleza?
Por que ainda teimo em explicar o inexplicável, tentando entender o que se passa em meu coração neste dia, quando, na verdade, o que deveria existir é a razão acalentada pela emoção?
Por que,  peço que me responda, por que te amo tanto?
Pois somente agora eu percebi a verdade de tudo.
Sem você eu não viveria porque simplesmente não nasceria...
André Hemerly
Enviado por André Hemerly em 25/04/2006
Código do texto: T144917

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Hemerly
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
50 textos (3944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:47)