Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR ANIMAL

AMOR ANIMAL


Amor é como um ratinho,
Perdido dentro do peito.
É ave que perde o ninho
E sai voando sem jeito.

É como a nuvem cinzenta,
Carregada e imprevisível.
Forte vento que arrebenta,
Faz barulho, é invisível.

Parece um sol de verão,
Ao passar do meio dia.
Estorrica o coração,
Nos enche de nostalgia.

É tal qual o anoitecer,
Na montanha, lá no cume.
Sofremos sem nada ver,
A dor do tal de ciúme.

Apesar de ser malvado,
E trazer muito sofrer,
Por que se quer ser amado?
Por que com ele viver?

Rato ou ave em céu cinzento,
Vento, sol ou noite alta,
O amor é o condimento,
Que nossa alma exalta.

Rato rói e a ave canta,
Nuvem cinza e vento forte,
Amor momento que encanta,
Paixão instante de sorte.

O sol forte de verão,
Noite alta na montanha,
Queimam, dentro, o coração,
Na mais suprema façanha.

É o amor todo esplendor,
Paixão, ciúme, sofrer,
Facetas da grande dor,
Sem a qual, não há viver.
Condorcet Aranha
Enviado por Condorcet Aranha em 26/04/2006
Código do texto: T145846

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condorcet Aranha
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 76 anos
106 textos (14595 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:03)
Condorcet Aranha