Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DECOMPOSTO


Aquele poema que eu fiz pra ti,

se decompôs no vendaval que o tempo trouxe.

Era um poema de lágrimas e de solidão.

Era um poema que traduzia a distância...

a impossibilidade de afagar as tuas mãos.

Era um poema de sonho e olhar perdido...

era um poema de ansiedade...

e de silêncio da tua vóz.

Poema imaginado...construído na dor...

sem razão.

Aquele poema se decompôs...

e hoje, aquelas palavras

se combinam em outros versos de amor.

Nos livros e nas bocas dos amantes.

e quando tu escutares falar de amor,

tenha certeza...serei eu a me declarar.

Serei eu a perambular por versos alheios,

para que tu nunca esqueças

daquele poema que eu fiz prá ti...
Perla Madra
Enviado por Perla Madra em 28/04/2006
Código do texto: T147029
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Perla Madra
Imbituba - Santa Catarina - Brasil
133 textos (7698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:20)