Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insanidade temporária

Insanidade temporária,
Deve ser o preço que esse amor cobra de mim
Rainha da contradição, não entendo pq estou agindo assim.
Devo ir, mas quero ficar.
Quando está por perto não consigo coordenar direito o que falar
Se eu tiver que me apaixonar, que seja por vc
Como alguém pode querer continuar sentindo algo tão impreciso?

Vc acende a luz do meu desejo
Me faz querer seu beijo até faltar o ar  e repetir
Mexe tanto comigo que tenho medo
Mas, quero me permitir, quero sentir, mergulhar nesse momento

Estou baixando minha guarda
Diminuindo as defesas, esperando não cair
Minha alma nua se expõe sempre que coloco os olhos em vc
E eles tem estado muito por aí ultimamente
Vc alugou um espaço na minha mente?
Porque tem estado sempre aqui independente do que me aconteça

Vc é o único que me liberta qdo. está por perto
Como descobriu o caminho tão fácil assim?
Acho que veio me salvar, acho que te quero p/ mim
É como se me conhecesse melhor do que jamais me conheci
Quero que meus olhos despertem todo dia c/ a luz do teu olhar

Eu escondia meu amor, não me importava de mantê-lo engarrafado em algum lugar aqui dentro do peito
Mas vc apareceu e derrubou a parede que havia à minha volta,
 agora não tem jeito
 vc me encontrou, só te peço por favor não me solta.

Desde que pus os olhos em vc alguma coisa mudou
Insanidade temporária em mim se alojou
Deve ser o preço que esse amor cobra em mim
Não vou mais lutar contra meus sentimentos, já não quero ser assim
Agora é deixar de lado o medo, dividir segredos e brincar de ser feliz
direitos reservados Nadia Luz
Enviado por direitos reservados Nadia Luz em 28/04/2006
Reeditado em 10/10/2006
Código do texto: T147078
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
direitos reservados Nadia Luz
Londrina - Paraná - Brasil
80 textos (7863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:11)
direitos reservados Nadia Luz