Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escurinho(crônica)


Meu amor...
O que achas de sairmos,
Hoje à noite para um programa,
Um cinema, talvez um barzinho.
O que você acha da idéia
Eu prefiro ir ao cinema
Mas quem decide e você
Embora eu prefira o escurinho
Romântico para namorar
Quantas vezes já fizemos isso
Você lembra onde nos conhecemos
Onde trocamos nosso primeiro beijo
Para o escândalo das velhas Senhoras
Que nos excomungaram
E nos chamara de filhos do pecado
E só para deixa-las mais irritadas
Continuamos mais ousados
Em nossas caricias e beijos
Lembra o que elas pediram
Ao velho lanterninha do cinema
Põe estes tarados pra rua
Eu não vou esquecer jamais
Esta cena foi muito hilariante.
Até pararam o filme, por isso.
E nos pediram para nós sairmos
Lembra disso ou já esqueceu
Que foi no cinema que começou.
Este amor que nos une até hoje.

Volnei R. Braga

Pelotas: 29/04/2006

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 30/04/2006
Código do texto: T147749
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:23)
Volnei Rijo Braga