Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para escupir-me de novo...

Apaguei meus pensamentos
Coloquei vestes noturnas
Vi  a  noite beijar a lua
Para ver teu céu.

Para  esculpir-me de novo...

Retiro do presente 
A lava incandescente do passado
Dessa  pele nua
Agora renovada

Para esculpir -me de novo..

Arrasto meus pés...ainda titubeantes.
Por terras que nunca vislumbrei
Não sabendo ao certo
 O que encontrarei 

 Para esculpir-me de novo...

Nado  num  oceano de  realidades
Onde nada se promete
Nem tão pouco se repete
Com medo, teu nome gritei..

Para esculpir me de novo...

Longe  dessa  guerra feroz
Enxarquei-me de coragem
Como águia   
No  alto dos céus planei

Para esculpir-me de novo...

Com o barco a navegar
Renovo energias 
Nestes lençóis esmeraldinos
De beleza sem par 

Para esculpir-me de novo...

Guardei do sonho 
A  embriaguez
Como se  bastasse
Não te sonhar

Para esculpi-me de novo...

Apaguei meus pensamentos
Coloquei vestes noturnas.
Vi a noite beija a lua
Para  ver teu céu.

lisbella
Enviado por lisbella em 30/04/2006
Código do texto: T147965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisbella
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 50 anos
345 textos (16838 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:04)
lisbella