Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo volta ao mesmo lugar

De repente sinto a paixão atacar;
Meus olhos te procuram pelo ar,
Mas sinto medo de tanto amar...
Por amar tanto, tudo volta ao mesmo lugar.

Não sei como é que vai ser,
Coração nao sabe proteger.
Eu já conheço o amar sem ter...
Tudo volta ao mesmo desprazer.

Acho que devo fugir:
Se ficar, sei que não vou resistir.
Não resistindo, minh'alma vai se partir...
Pois tudo volta ao mesmo falso sorrir.

O amor não posso omitir,
Mas ele pode me excluir.
Tenho medo desse amor sentir...
Pois tudo volta ao mesmo partir.

Mas, amando, sinto-me engrandecer.
Sou louco de desejo de ao seu lado viver.
Meus olhos te vislumbram, chego a tremer...
Mas tudo volta ao chorar e sofrer.

Minh'alma sofre o seu não olhar;
Sinto-me cada vez mais amar.
O coração pula, acho que vai expirar...
Depois, tudo volta ao mesmo lugar.

E continua essa dor;
A paixão tem forte olor.
Mas em completo infeliz não vou me pôr...
Ainda tudo volta ao mesmo amor!
Elias Araujo
Enviado por Elias Araujo em 30/04/2006
Código do texto: T147977
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elias Araujo
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 46 anos
29 textos (1213 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:01)
Elias Araujo