Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FUGIR DE MIM

Súbito, nasceu em meu peito

um desejo incontrolável,

uma vontade inexplicável

de sumir do mundo,

fugir de mim....



Não sei se estou sendo claro,

nem se me entendem,

mas não consigo traduzir

a razão do vendaval que

aconteceu em nossas vidas.



Nossas mãos sempre foram

um indicativo de união,

paz e oração quando entrelaçadas,

hoje, só dizem desunião..



O infinito, nosso altar,

onde encontrávamos a lua

e suas estrelas, alí

já não existem mais

aqueles luzeiros...



Nosso sentimento sempre foi,

em todos os momentos

uma expressão de amor,

mas...foi descolorido, e assim

perdeu a intensidade, perdeu a cor.



O perfume, constante enfeite

oferecido pelas flores de nossas existências,

evaporou-se, e acabou segregado

nas escuras esquinas da mentira.



Já não existem madrugadas,

só pensamentos sustentados

pela frivolidade do vazio.

Já não existem murmúrios

em meus ouvidos,

só solidão sufocada pela saudades.


 
Wil
Enviado por Wil em 01/05/2006
Código do texto: T148292
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:55)
Wil