Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teus olhos

Teus olhos, amada, não minto...

São verdes mistérios abissais.

Ao fitá-los logo me sinto

O mais infeliz dos mortais.

 

Posto que sei de ti impossível

Nada além do olhar permitir

Me consumo em paixão terrível

Ora a chorar, ora a sorrir.

 

Teus olhos miram-me tão tranqüilos

Que dói-me n'alma aflição diversa

Tortura assim mais que perversa

Amar teus olhos sem possuí-los.

                                                 



Edmar Claudio
Enviado por Edmar Claudio em 01/05/2006
Código do texto: T148725
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmar Claudio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
217 textos (25402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:29)
Edmar Claudio