Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Barraca (crônica)


Querida o que acha
De fazermos uma viagem
E visitar nossa velha morada
Matar a saudades dos amigos
E ai, não vais me dizer nada.
-dizer o que, se você já decidiu,
vamos a esta tal viagem
mas com uma condição certa
-diga minha linda o que é.
-vamos levar uma barraca
-uma barraca pra que, e a casa.
-sem barraca não vou se decida
-eu quero um cantinho só pra nós
-mas e o nosso velho quartinho
-não da, lá tem gente demais.
-querida eles são seus parentes
-querido eu quero ficar contigo
e não com eles, me entendes.
-ta certo vou fazer tua vontade
-agora sim falou minha língua
-mas vais ter que me dizer
porque tem que ser na barraca
-ta difícil, daqui a pouco não vou
mais a lugar nenhum com você
-certo não pergunto mais nada
lá eu fico sabendo o que é.
-certo vamos embora pro campo
numa segunda lua de mel.
-então e esse o seu mistério
-sim seu bobo fingindo vai dizer,
que não sabia o porque da barraca!

Volnei R. Braga

Pelotas: 02/05/2006
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 03/05/2006
Código do texto: T149314
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147458 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:34)
Volnei Rijo Braga