Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Nova Vida

Vê-lo assim, tão distante
me doi tanto, tanto... que,
por alguns instantes loucos
entendo o braço e procuro
trazê-lo um pouco prá mim.
Mas você tampouco olha
e, quem sabe, de propósito,
fala de alguém desconhecido
e rí de algo que não entendo.
Bato o pé, respiro fundo,
e tento mais uma vez
cantar músicas de outrora
e usar o perfume de sempre.
Mas, que ironia...
Não sou quem você quer !
Deseja mulher-pássaro, decidida,
que, advinhando seus sonhos
o possa levar, em volteios,
por sobre planícies, mares,
florestas e matagais
até que encontre seu rumo
num horizonte distante
onde, voltando-se contra o tempo,
com a alma em movimento
buscará seu despertar
na liberdade de uma nova vida.


Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 04/05/2006
Reeditado em 07/05/2006
Código do texto: T150262

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:28)
Maria Luiza de Monteiro Marinho