Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta Distante


Ainda leio e releio tuas letras,
E fico as avessas,
Deixando claro que não esqueci.
Ainda sinto o elo perdido,
No caminho que não mais percorri,
Pois parte de mim creia, ficou ali.
Ainda admiro a lua e as estrelas,
E choro por não ser tão forte,
Para arrancar este sentimento,
Que sobrevive apesar de tudo,
Apesar de toda a tua ausência.
Ainda tenho bem lá no fundo,
A certeza que não te perdi.
Ah! sinto saudades imensas,
Daquela noite tão nossa,
Pois hoje medrosa, me afasto de tudo,
Com receio de me ferir novamente.
Poeta Distante,
Ainda mais do que antes,
Queria poder apagar tudo isso,
E voltar a voar livre...
Livre como sempre fui

09/04/06
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 05/05/2006
Reeditado em 07/06/2006
Código do texto: T150739
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37144 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:40)
Sonia Ferraz

Site do Escritor