Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recompensa

Te busquei, te procurei.
Lasquei com minhas unhas
a rocha escura
e roí com furor os nós que te prendiam.
Cavei e plantei esperanças,
florindo braços e abraços.
 
Tranquei tristezas
e soltei pipas de sorrisos
correndo, como moleque,
por caminhos de esperanças
de encontro ao vento da vida.
 
E na gostosa loucura do amor
faço, agora, tranças de chuva
e agasalhos de sol.
Sou terra e luz,
semente de teu fruto.
 
Tenho meu ventre aquecido
no suave acordar
e no doce adormecer
junto ao sabor de teu beijo
no encontro do mesmo leito.
 
E no sorriso ou pranto divididos,
agradeço a venturar de ter-te,
querido e desejado,
companheiro eterno,
na pura alegria
de  saber-me  tua.
 
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 06/05/2006
Reeditado em 07/05/2006
Código do texto: T151330

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:35)
Maria Luiza de Monteiro Marinho