Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gata Borralheira:


Nos meus versos
Eu te provoco, amiga, mas.
Tu me levas na brincadeira
Se, escrevo um verso pra ti.
Logo respondes com outro
Numa replica verdadeira
Do poema que eu escrevi
Quando te pergunto quem és
Tu dizes, sou gata borralheira.
Uma amiga bem distante
Que te encontrou em poesia
Numa tarde derradeira
Por gostar de tudo que leu
Meu verso replicou, hoje.
Guardo comigo, sua poesia.
Uma replica de primeira
Da história de um garçom
De um bar onde eu curtia
A maior dor de cotovelos
Pois na mesa ao lado estava
Aquela por quem a cara enchia.
O garçom era meu amigo
Muitos conselhos ele me deu
Enquanto educadamente pedia
Pra que eu parasse de beber
Mas não dava ela estava ali
Enquanto beijava o outro eu bebia.
Hoje já não bebo mais nenhuma.
Uma gata veio em meu socorro
E encheu meu mundo com poesia.
Mas se conserva bem distante
Apenas observa meus versos
Onde posto a esperança de um dia
Tela, ali bem juntinho a meu lado.
Para que eu possa dizer-lhe obrigado.
Por me afastar das noites de orgia!

Volnei R. Braga

Pelotas: 06/05/06





















Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 06/05/2006
Código do texto: T151556
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:43)
Volnei Rijo Braga