Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um gesto de desnudez provisória

Escrevo não para ser compreendida
Nem para responder a perguntas
Não escrevo em versos perfeitos
Nem em rimas entrelaçadas

Escrevo não para que me leiam
Nem para que me releiam
Muito menos para tornarem infinitas
Palavras minhas

Escrevo porque meu sangue ferve
Minha veia pulsa
Minha alma tem sede
De não sei ainda o que...

Escrevo porque se assim
Não o fizesse
Sufocada estaria
Em pensamentos, letras e palavras...

Assim escrevo para não tornar
Minha morte tão óbvia...
Porém no fundo
Penso ter o desejo que
Me leiam...
dricafeliz
Enviado por dricafeliz em 08/05/2006
Código do texto: T152696
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dricafeliz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
3 textos (77 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:28)