Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acaso

                  Acaso

Bastou simplesmente um olhar
Para sentir um calor dentro do meu ser
E saber que era você que faltava
Dentro da minha vida

Breves palavras, um café...
E tudo  transformou-se
Pessoas que passam
Não vejo ninguém

Somente consigo ver você
Muito barulho a nossa volta
Não ouço nada
Somente ouço você

Caminhamos na multidão
Não vejo ninguém
Só existe você a meu lado
Todos desaparecem diante de você

Um leve beijo
Um toque no corpo
Um estremecer na alma
Coração que acelera

E te perco na multidão
Desespero que invade a alma
O começo de um amor
Sem limites, sem cobranças,

Somente duas almas
Que se encontram
E sem saber o porquê
Apaixonam-se

Fim dos dias vazios
E amargurados
Da tristeza constante
Das manhãs tenebrosas

Sem ninguém para pensar
Nos dias futuros
Terei manhãs e dias felizes
Pois tenho você meu amor

Para pensar...
Para sonhar...
Para amar...
Como foi maravilhoso te conhecer


ângela lugo
Enviado por ângela lugo em 11/05/2006
Código do texto: T154016

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ângela lugo
São Paulo - São Paulo - Brasil
127 textos (88425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:24)
ângela lugo