Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0686 - Vinho tinto




Uma taça de vinho tinto pela metade,
um cigarro com marca de batom,
o sorriso disfarçado dentro da boca,
um beijo antes e me apaixonar depois.


Não sei se a noite termina quando amanhece,
quero ficar,
quero estar dentro quando o sol se pôr,
vai me sentir como o teu homem.


Voltei para o mundo que construiu,
vim falar de amor que nunca experimentou,
quero a loucura depois do banho quente,
faço a felicidade chegar e te sirvo em doses de amor.


Quero os lençóis jogados pela janela,
as roupas espalhadas pelos cômodos quentes,
faz amor, faz como se nunca tivesse tanto prazer,
traz-me pro teu céu e logo depois vem ao meu inferno.


O vinho fica no gelo mais um pouco,
se jogue, deixa teu corpo cair antes do meu,
vou deslizar entre suas pernas e ficar, até o prazer,
depois... beber a paixão, entre uma e outra taça de vinho tinto.


11/05/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 11/05/2006
Código do texto: T154296
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:47)
Caio Lucas