Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Horizonte

Meu horizonte se desfaz
Toda vez que você se vai
O sol parece que jaz
No alto da montanha que me distrai
Do voar enigmático das gaivotas
Que parecem desenhar seu nome no céu
Mas meus olhos já estão enxergando por detrás do véu
Da verdade que o destino me escondeu – sei que tu não mais voltas.

Não há estrelas nesse céu noturno
Mas há lágrimas no coração soturno
E durante o dia o sol não brilha tanto
Quanto brilhava quando você ainda por aqui estava
Não faz sentido fazer frio – meu coração perto de ti esquentava
Mais que fogueira acesa, era como um encanto
A sua presença que foi deveras fugaz
Foi quase um sonho ter você, sonho que quero ir atrás.

A cada passo que dou na minha busca por ti
O meu horizonte vai se refazendo diante de mim
Horizonte com gaivotas e um arrebol que nunca vi
Não hei de me cansar mesmo não sabendo o fim
Dessa jornada que pode durar toda a minha vida
Ou se o destino quiser posso encontra-la na próxima lua cheia
Faço minha parte e não darei essa causa por perdida
Até rever seus olhos que brilham mais que uma constelação que por ti receia.

Receia perder seu brilho para um par de olhos castanhos
Como os teus que são encantadores – uma vivacidade que não tem tamanho.

12/05/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 12/05/2006
Código do texto: T154699
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42686 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:26)
Miguel Rodrigues