Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BELEZA DA ROSA

Não há na obra jardineira
Flor mais bela, mais cetinosa,
Do que uma vermelha rosa
Abrindo-se, no galho, altaneira.

Seu botão parece um seio
De pele rubra e viçosa.
Um morango, fruta saborosa,
Que da mãe natureza veio.

Canta poeta a beleza da rosa
E o significado que ela tem.
Se com ela na mão o homem vem
É sinal de paixão ardorosa.

Depositando, nela, beijo fogoso,
Entrega a amada naturalmente
E a pele exala perfume diferente
Que se esparge, no ar, vaporoso.

Se o tempo à paixão transfigurar
Em imagem que dorme no passado
A rosa será a lembrança do amado
Fazendo a saudade perdurar

Como tesouro guardado no coração
De um livro, onde pétalas esmaecidas,
Pelo sol das batalhas não vencidas,
São cenas do amor vivido com emoção.

01/09/04.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 08/05/2005
Código do texto: T15567

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343264 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:25)
Maria Hilda de Jesus Alão