Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR


Passo os dias fingindo que não estou te esperando,
mas meus olhos não se descuidam
dos movimentos da porta.

Hoje, meu sorriso ficou guardado em mim.
A dor de tua ausência me sufoca o peito,
 não há nada que eu possa fazer,
a não ser esperar...

Tu, em um mundo de que eu não participo,
eu, em um mundo em que você não cabe.
A saudade preenche meu coração.
Meus pulmões estão sem ar,
em minha face uma expressão triste.

Este amor é tão bonito,
pois sobrevive sem nada,
sem ser alimentado,
na distância de nossas vidas.

Continua sempre num crescente,
na espera de um milagre,
de alguma mudança,
mas os dias são sempre os mesmos...

Que amor magnífico é este?
De onde ele vem?
De quando ele é?
Sei que algo tão significativo não começou agora.
O agora não existe...

Apenas olhares...
Que dizem tanto sem dizer nada,
que confundem, que questionam, que choram, que chamam,
que querem nos unir.

Mas estamos tão distantes,
em mundos fechados,
criados para nos proteger,
que não sei se há esperança para nós...

Marcia Oliveira
Enviado por Marcia Oliveira em 14/05/2006
Código do texto: T156059

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Marcia Coelho - www.marciacoelho.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcia Oliveira
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 45 anos
70 textos (5052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:31)
Marcia Oliveira