Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Dafne e Apolo" - Wedgewood


EMADEIRADO COLO


et bien, a Poesia foi inventada por Apolo,
para homenagear Dafne, a amada Ninfa,
quando Ele A viu e Seu emadeirado colo,
com veias, onde agora corre apenas linfa;

no desespero de perder Sua bem-amada,
o Amor dentro dEle em Seu socorro veio;
trouxe-Lhe a ajuda em emoção inspirada,
e Ele tangeu a lira para aplacar o anseio;

Sua Voz ergueu-se numa Ode de Amor,
que transmutou as folhas dEla em louro;
e tão bem que o Olimpo ouviu o Cantor,
decretando tal Canto como imorredouro;

sim, a Melodia desse Canto ouve-se todo dia,
permeando tudo e todos: é a sublime Poesia!

Selena et Moacir 2006
brilhe a vossa LUZ!

'O que cantou, porém, com tal paixão,
Não foi cantado nem sentido em vão.
Se foi surda a amada ao canto seu,
O canto aos outros homens comoveu.
Assim Febo, deixando a ilusória
Paixão, no louro pôs a eterna glória.'

Edmund Waller (1606-1687)
Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 15/05/2006
Código do texto: T156376

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71196 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:01)
Moacir et Selena

Site do Escritor