Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indefinição

Existem caminhos nos quais não se descobrem direcções
Ilusões criadas e vividas mas ainda assim incompletas
Talvez por não se saber o que se tem, ou sequer se se tem
Realmente um espaço, um sentido, um lugar

Tenta-se ver nos olhos, nos gestos, nos momentos
Respostas para as perguntas que nos invadem
Para as quais não se encontram saídas ou soluções
Palavras vazias, reboscadas nas profundezas do coração

No receio encontra-se o medo de perder
De seguir o caminho errado e espinhoso
Que só leva ao sofrimento amargo e angustioso
Quando não se quer sentir o gelo de outrora

Por isso se pede...

À FELICIDADE que GRITE bem alto
Ao AMOR que se CONFESSE nos gestos
À DUVIDA que se NEGUE face ao futuro
E à PAIXÃO que se LIBERTE nas nossas vidas

Porque o vento levar-no-á sempre algures
Quando de asas abertas se sentir o sopro
Embalado num cântico espirituoso
Que nos convence, que nos comove, que nos pertence...
Sonya
Enviado por Sonya em 15/05/2006
Reeditado em 03/07/2006
Código do texto: T156672
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:55)
Sonya