Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SONHO DO SONHO

Vejo nas espirais da fumaça
Dos cigarros que acendo
Como o tempo, inexorável, passa,
E os amores vão se perdendo...

Ficam apenas lembranças
De sonhos que não se concretizaram
Ao ver findar a esperança
Nos corpos que não se entrelaçaram...

Lá no íntimo,
Desejos forçosamente adormecidos
Como se fossem algo tão ínfimo
Que nem deveriam ter sido sentidos...

Que pena! Você nem chegou a ser real
Não coube nem no verso de um poema
Ficou mesmo somente como algo surreal
Por culpa sua... Que pena!


07.09.2005
Campo Grande-MS
Baby
Enviado por Baby em 15/05/2006
Código do texto: T156864
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21960 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:42)
Baby