Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando o amor flui

Tanto tempo solucei por achar perdido o elo
que a tu’alma me ligava,fràgil fio de cabelo,
que  julgava intransponivel e  predestinado;
pélagos sulquei, sob as vagas explorei mudo!

Tua voz ouvia, o aroma sentia, teu fogo ardia,
näo nas minhas mäos vazias retendo saudade;
quando minh’alma farejava no céu a verdade,
o rastro d’esperança tardia crescia e me movia!

A energia jamais fenece - àguia morta sem asa,
em asas màgicas se norteia,vai,volta e se atrasa
para, misteriosamente, ungir pedaços da brasa
dentro do coraçäo cosmico e tudo harmoniza!

Rio invisivel do recanto mais secreto de mim
banha-me o ânimo’inda aceso,ao pulso sem fim,
perto bem perto, a tua mäo a minh’alcançaria.
Ao vozerio do mundo nossa cançäo de alegria!

Grenoble-Fr-16/05/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 16/05/2006
Código do texto: T156955
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:17)
Inês Marucci