Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quis pra ela ser poeta

Quis pra ela ser poeta
Sabia assim dizer que amo
Gloriosa minha descoberta
Mas fui tão logo me matando.

Deus-menino me acertou a seta
A lança do amor profano
Da palavra que nem se soletra
Amor! Palavra certa do engano.

Quis ser poeta, era a meta
Quis dizer assim que estava amando
Mal sabia que na curva do amor fui reto
Quis ser poeta e acabei virando.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 16/05/2006
Código do texto: T157419

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:38)
Júnior Leal