Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mar

À sua beira, não percebo o quão é sedutor.
Ao adentrar em suas profundezas,
Vou me impressionando como um desbravador.
E me apavorando, com suas algas traiçoeiras.

Sob o luar, o prateado é mais belo que qualquer dourado.
Sob o céu, és verde, ou azul, como os olhos da linda donzela.
Acompanhando a despedida do sol, o par perfeito.
Que só não é mais que perfeito, por ser uma despedida.

O bailar das ondas, hipnotiza,
Nos faz ir de encontro ao infinito, ao seu horizonte
Mas ao ultrapassar o pescoço
Suas águas se tornam malignas, pois já estamos longe.
Não há como voltar.

Se soubermos lidar com nós mesmos,
E com você mar,
Nada acontecerá, se soubermos nadar.
Mas se não soubermos amar, seus goles nos fazem afogar.

Mar, não sei se para o bem ou para o mal, me leve.
Com a força de suas correntezas
Mas lhe suplico, por favor, seja breve.

Ivan Sanches
ilsanches@gmail.com

Ivan Sanches
Enviado por Ivan Sanches em 16/05/2006
Código do texto: T157461

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Sanches
Santo André - São Paulo - Brasil, 34 anos
141 textos (12233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:26)
Ivan Sanches