Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

reverso

Eu quero escrever um poema
Que deforme a tua lua
E que tua alma seminua
Desfaleça ao percebê-lo

Eu quero escrever um poema
Com restos do meu soluço
Que meus olhos dissolutos
Se entorpeçam de desejo
O desejo de desvê-lo

Eu quero escrever um poema
Que resvale na ironia
E revele em simetrias
O desuso da saudade

Eu quero um poema torto
Descrito em linhas retas

Que despoemise o amor
Que destrua a minha crença
E me faça desigual

Eu quero escrever um poema
Que desdiga o que foi dito
Que desfaça o que se fez
Que desnude o desgosto
Desbotado em cada gesto

E ao desanoitecer da noite
Na desordem indiscreta
Do desbeijo dos teus beijos
Se estabeleça em teu regaço
O reverso dos meus versos
E no desabraço dos teus braços
Eu me sinta um despoeta.

João Nery Pestana
Enviado por João Nery Pestana em 19/05/2006
Código do texto: T159045
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Nery Pestana
São Paulo - São Paulo - Brasil
29 textos (1098 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:53)
João Nery Pestana