Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua Soberana

Lua Soberana
 
Quando a lua  soberana aparece
Descortinando o céu
Permitindo o chegar da noite misteriosa
Escuto seus beijos que me chamam
Sinto o roçar dos seus lábios clamando
Cavalgo saltando barreiras
Vou assim ao seu encontro
 
Chego devagar, bem de mansinho
Me deixo prender deliciosamente
Sou Presa nas garras do Lobo, que me liberta
Libero todos meus  sonhos, canto meus desejos
Revelo todos os meus segredos
Me entrego a você que me domina e guarda
 
Entre murmúrios e sussurros
Desnudo minha alma
Deixo falar o coração
E na  insônia da lua
Deito no céu da sua boca
Sinto seus prazeres
Que são os meus, junto com os seus
 
Misturamos paixões
Silenciamos o vento
Transformamos as estrelas em constelações rebeldes
Fazemos cumplicidade com as nuvens
Que nos encobrem desenhando formas e contornos
 
Na quietude da noite
Dançamos com  sonhos escondidos
Queimamos  pecados no fogo do esquecimento
Transbordamos no amor que nos condena
 
Em rede navegamos madrugadas
E nas sombras da nossa insônia
Os cometas incendeiam nossos corpos
Que brilham em pele nossas almas
 
Quando a noite soberana aparece
Eternizamos momentos
 Até saudar o dia que amanhece...
(Sperazzo)
Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 20/05/2006
Código do texto: T159743
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sperazzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
303 textos (25337 leituras)
33 áudios (1125 audições)
1 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:02)
Sperazzo

Site do Escritor