Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida

Quebrou-se no jogo das palavras,
que virou jogo da vida,
de vida,
de vida e morte,
de morte.

Quebrou-se em pranto solitário,
hilário, libertário.
Comungou do sentimento maior:
o amor, a dor
a dor do amor.

Expô-se em sonhos e desventuras
pela verdade
que trazia ao peito.
Mentira, verdade.
Verdade, verdade, verdade...

Sentiu, disse, sorriu,
olhou no fundo
dos olhos fechados.
Enxergou o céu e o inferno
naqueles olhos sem paz.

Luz, mansidão,
carinho, abrigo,afeto, doação:
em vão...

Pensou em desistir e
não mais a vida versar.
Onde estavam as estrelas
que brilhavam em sua alma?


Mas da janela, vê-se novo
caminhar.
A teimosia (ou será a paixão?)
pela vida, pelo ser,
fez com que entendesse...
Vida, linda proeza:
recomeçar, iluminar,encantar,
continuar...


 
SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 21/05/2006
Código do texto: T160367

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:45)
SueliFajardo