Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRANHA CONDUTA



Quando me viste, mudaste de calçada,
Só para não mais comigo encontrar,
Quantas vezes nesta mesma caminhada,
Corrias à louca só para me abraçar.

O sestro foi carnífice para nós, amada!
Não ouviste a voz da tua sédula razão,
Não devias sair em precípite retirada,
Dando ruptura à nossa tão bela união.

Invídia cruel de uma mulher malsinada,
Que fêz do nosso amor, vera maldição,
Foi ela que, em uma estranha petalhada,

Arruinou o meu e o seu afável coração.
Volta! Tu’alma por minh’alma é esperada,
Sintamos ledices em uma nova emoção.

Riva. 090
Rivadávia Leite
Enviado por Rivadávia Leite em 24/05/2006
Código do texto: T162133
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivadávia Leite
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil
222 textos (4403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:20)
Rivadávia Leite