Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sei-te de cor...

Sei, sei sim
Sei-te de cor
Sei como tu és
Cada linha de teu rosto
Cada gesto de ti
Sei-te de cor
Conheço tudo de ti
Sei do teu melhor e o teu pior
Conheço teu olhar
Teus medos
Tua voz
Tua emoção
Sei do teu silencio
Das palavras não ditas
Sei quando está louco, enlouqueço contigo
Sei tudo de ti
Das sombras que te acompanham
Sei-te de cor
Sei quando estas frágil, e precisas do meu colo para te aninhar
Quando te jogas em meus braços e acariciando tua face te deixo descansar
Sei de tuas lagrimas não derramadas
Das dores que tens em teu intimo
Sei onde te escondes
Sei de tua alma
Eu sei!
Amor, sei-te de cor...

***

Poema dedicado para aquele a quem amo, inspirado na musica Sei-te de cor.

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 24/05/2006
Reeditado em 24/05/2006
Código do texto: T162193

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146138 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:56)
Dama De Negro