Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADEUS...

Olhei bem dentro daquele olhar
Só vi tristeza, só vi pesar
E ela veio a suspirar
Partiu
Para nunca mais voltar

E eu aqui, triste e sozinho
Sem rumo
Chorando um breve momento
Pois solidão é mal que habita o ninho
Que tu deixaste à mercê do meu tormento

A história novamente a recriar
Das lendas sou aquele que não morre
Lamento, choro
E o tempo irá passar
E amores
Que ele não me deixou amar

Deus, então te peço
Me leva rumo ao infinito
Nas asas da minha própria paixão
Reencontrar os corações em que habito
E só assim perceber
Que amar é pura ilusão
O Guardião
Enviado por O Guardião em 25/05/2006
Reeditado em 30/08/2006
Código do texto: T162676
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34442 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:31)
O Guardião