Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0704 - Descompassado




Desperta-me, grite para acordar meus sonhos,
tenta me fazer feliz,
agüento ser alegre, me aperta,
não me canso de carinhos, vem.


Quero ser chato e pedir mais,
fico inteiro em você,
dá-me a chance, outra, outras tantas,
sou a paixão que fez, agora me faz amor.


Congele meus sentimentos dentro dos seus,
misture tudo, enrola e joga na gaveta,
faz o tempo passar mais devagar,
vou rir quando a noite chegar e não for embora.


Sou a loucura do homem sem limite,
dance sem a música, sem roupa na cama,
faz o prazer sair do meu corpo.
segure, congele seu êxtase até eu chegar junto.


Vou te amar até explodir os olhos de brilho,
se te quero, eu corro pra você,
não ature meus grilos, mata, use inseticida,
dá beijo até a perna ficar mole.


Vou demarcar a distancia do seio ao meu,
lamber os caminhos devagar,
riscar com a unha a pele fina,
se sobrar amor usa depois de amanhã.


Solte seu corpo, agarra-me com as duas mãos,
enrole-me com suas pernas, se segure que vou,
estou feliz, corro pra dentro do seu mundo,
jura que posso ficar, não cancele a paixão.


26/05/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 26/05/2006
Código do texto: T163336
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:30)
Caio Lucas