Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RENDIÇÃO

Oi, vim me entregar.

De fuga eu entendo,
Aprendi te vendo
Olhar para mim.

E o medo?

Teu sorriso guarda todos os segredos,
De Jocasta à Madonna,
De Julieta à Antígona,
Da boca de um oráculo
À um céu másculo.

Procurei tocas, pirâmides, biroscas,
Me iludi no palco sendo outro,
compus Marco Antonio, cantei A Tosca,
Retorci nervos, pó, pedra, fui mosto...

O amor é perfeito.
Escolhe o cisco e não mede o vento.
Nunca erra o queixo.
Confunde as horas e não perde o tempo.

Te agradeço por não me procurar.
Solto, à deriva, segui o curso, a vida,
Curvei séculos e caminhos para não te encontrar.

Eis-me aqui.
Oi, vim me entregar.

Preto Moreno
26/05/2006
19:50hs


















Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 27/05/2006
Código do texto: T164020

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:49)