Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




"TARDE DE PRIMAVERA"


Deito a tarde na varanda
às vezes, deito na janela...
é tarde de primavera;
o sol está quase posto
saudade estampada no rosto
por não estar perto dela.
Ah! A sua ausência me mata;
quando estou sozinho aqui,
que começa escurecar
não sei onde está você
que não me diz quando volta;
ouço batidas na porta
corro lá, vou atender...
pensando que é você;
mas não há ninguém lá fora
fico confuso agora...
quem será, que veio bater?
Dessa vez deito no chão
apanho o meu violão,
e canto uma canção´pra você;
mesmo não estando presente
mas de longe a gente sente
quando alguém pensa na gente
e estou pensando em você;
a noite já se faz tarde
o sono fugiu de mim...
fico até de madrugada
finalmente o sono vem;
vou sonolento pra cama
e durmo só com a minha sorte,
queira Deus, que ela volte
pra este homem que a ama.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 27/05/2006
Código do texto: T164175
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257151 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:34)
Antonio Hugo

Site do Escritor