Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ENIGMÁTICA PAGÃ


Quantos dias poderia suportar?
Sem ao menos desejar te tocar.
Na face, os quadris ou os lábios
Talvez impossibilitado pela covardia
Não consiga demonstrar meus ocultos
Anseios...
Ao modo e do jeito menos intolerável
E repreensivo de tua parte;
Existe certa repulsa, medo... Resistência.
A qual não cabe a mim julgar
Se ages, conforme tua vontade
Ou desconhecimento prévio da minha
Sei que não poderia dormir
Sem escrever sobre isso.
Afim de repensar um modo
Para que não furtes o meu sono
E impeça-me de reviver meus ideais
Instintivos e contempladores... Por enquanto.
Exagero nas ponderações,
Pois contigo na mente
Não posso ter pensamentos sadios ou lúcidos
Também não os desejo agora
Já posso esquecer que um dia fui racional
E deixei de me exaltar, ousar e correr o risco
De ser um pouquinho mais feliz
Com um beijo teu.
José Luís de Freitas
Enviado por José Luís de Freitas em 29/05/2006
Código do texto: T165069

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Luís de Freitas
Diadema - São Paulo - Brasil, 32 anos
466 textos (177544 leituras)
28 áudios (28225 audições)
1 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:26)
José Luís de Freitas