Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOTURNA

Ás vezes me pergunto se sou como a lua!
Se meu reino é mesmo a noite densa...
Se minha felicidade desabrocha ao luar...
Ou se hoje, nosso cotidiano me faz assim pensar!

Durante o dia, o sol me traz o colorido...
O brilho das flores, o canto dos passarinhos...
Passeio por essa grande festa, nesse barulho existencial...
E meu corpo se inebria, ainda vivo de energia...
De ter passado a noite toda com você!

Mas... ao cair da tarde, algo me invade...
Meu corpo absorve e se torna crepúsculo...
É como se eu por uma angústia fosse tomada...
O tempo demora a passar... meu coração acelera...
Cria-se um descompasso... me deixo abater!

Quero nesse período somente introspecção...
Me traduzir nas palavras, em forma de poesia...
Na doce agonia de esperar a hora...
O momento de poder de novo te encontrar!

E é na chegada da madrugada meu mágico momento...
É nessa hora que me sentirei uma... junto a você...
Meu corpo se torna vida, meu sorriso escancara
Todo o mundo parece que conspira...
Se fazendo silêncio perante nosso amor!
Só a música e o acelerar de corações são ouvidos...
E a madrugada cria vida... luzes de seres a amar!

Se sou lua? Não saberia responder...
Mas sou noturna, pois à noite volto a viver...
Já que é ela...a noite... que me leva até você!

Santo André, 26.07.04 - 18:55 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 29/05/2006
Código do texto: T165210

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
634 textos (89722 leituras)
14 áudios (2047 audições)
4 e-livros (1046 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:05)
Enloucrescida