Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paixão

Que tanto espero.
Aquele aperto no coração, a ânsia de não saber exatamente o que é.
Sensação que preenche meus pensamentos, que aflora meus sentimentos mais loucos.
Que me faz viajar de encontro a alguém que não conheço.
Mas já faz parte da minha vida, dos sentimentos que trago comigo.
Paixão.
Do olhar, do carinho, do beijo que tanto sonho e quero.
Experimentar te tocar, te acarinhar como quero.
Carinho que vai demonstrar o que sinto e que não sei se estou preparada pra sentir.
Não posso lutar contra pois é mais forte do que eu sou.
Quero ver teu olho, teu sorriso, tua brincadeira que me leva de encontro a ti.
Que faz cada dia ser mais doloroso pois não te tenho a meu alcance.
Uma lágrima teima em cair, pois significa pra ti, meu amor.
Paixão.
Da voz que me deixa louca, que me traz você e que parece tão real.
Oh! Paixão.
Palavras sussurradas, meio ditas, inacabadas, mas que a nós dois dizem tudo.
Quando começa a doer, você faz algo que me dá forças pra te querer mais.
Mostra que somos um do outro mesmo que estejamos longe.
Sei que tu és meu.
TE AMO...TE AMO...TE AMO...TE AMO.
Risos, lembrou de que, mor?
Segredo, só nós dois sabemos o que é.
Só a nós importa, tudo que sentimos.
Te digo coisas sem inibição, pois te quero muito.
Paixão.
Ter e não ter um amor, complicado entender, mas é assim.
Sonho com o momento de chegar em ti, te tocar, teu rosto, tua boca, teu corpo, teu coração.
Mor, quero sim, estar em teu coração, pois aí que quero sempre estar.

Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 31/05/2006
Código do texto: T166967

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:06)
Anja Perdida