Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novo Amor

Mil vezes negarei
mas detenho coração sem pouso,
sem chave, sem proteção
que, como bêbado,
nem sempre encontra
o delicado caminho de volta
Vislumbro
a sombra de novo amor
que, qual arcanjo de cordas
balbucia árias e sinfonias
e, não sabendo negar
nem determinar limites
das dimensões divinas
entre o vício e virtude,
luz e sombra,
brinco com a imaginação
e folheio ansiedades
esquecendo-me da prudência
acolho seu abraço,
recolho seu querer
e, mais uma vez,
mil vezes digo sim.
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 01/06/2006
Código do texto: T167680

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:43)
Maria Luiza de Monteiro Marinho