Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amanhecer de Amor

Gosto de ser amada assim,
ao amanhecer,
quando ainda a penumbra
da noite,
se faz presente,
e os raios do sol
anunciam no horizonte
do mar,
todo o seu clarão.
Gosto de sentir o
calor dos corpos
ainda adormecidos
entre edredons de algodão
e a maciez do luar.
Gosto de pegar na mão,
levar por caminhos
já trilhados,
atalhos tão bem sabidos.
Gosto do olhar
que nasce com o dia
ainda sonolento,
cheio de paixão.
Gosto muito do sabor
que exala da boca,
ainda sem palavras.
Gosto do cheiro
aromatizado que pulsa
da pele morna,
que ainda dorme.
Gosto da respiração calma,
que aos poucos
vai se tornando ofegante,
como a de um animal
preparado para o ataque.
Gosto acima de tudo,
deste meu gostar,
que me envolve,
que me faz sentir
parte da vida,
parte do amor,
parte deste sonho,
que ainda não vivi.
Marcia Barroca
Enviado por Marcia Barroca em 03/06/2006
Código do texto: T168452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcia Barroca
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
109 textos (3479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:57)
Marcia Barroca